A Casa Senhorial

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Palácio Massarelos

Palácio Massarelos
XVIII
Portugal
   

Planta do Palácio de Massarelos e suas dependências

Capitão António Carlos Aguado Leotte Tavares [Assin.] 28 de Fevereiro de 1902.

Tinta-da-china.

Gabinete de Estudos Arqueológicos da Engenharia Militar / Direcção de Infra-estruturas do Exército

GAEM-DIE-9120-5-66-85


Nota:

Situado em Caxias com vista para o mar, o Palácio de Massarelos estava integrado na Quinta Real de Caxias, como podemos confirmar pela planta de José António de Abreu realizada em 1844, (BN-Cartografia. CC 1255-R). As suas pequenas proporções relacionavam-se com as funções de pavilhão de recreio permitindo a estadia dos príncipes nas suas visitas aos jardins. O levantamento apresenta, um aspecto extremamente importante para o seu entendimento, pois o edifício principal ainda surge com um vasto conjunto de dependências de serviços, articuladas com um pátio de recebimento. Este pátio cercado de altos muros conferia ao conjunto um significado arquitectónico muito diferente do actual dentro de uma lógica de pavilhão de receio. Em contraponto com o edifício de serviços localizado na zona de entrada a estrutura e desenho e estrutura dos jardins, com os seus diferentes patamares, foi preservado tendo chegado até aos nossos dias. Mandado edificar pelo Infante D. Francisco de Bragança, irmão de D. João V, a azulejaria presente nos interiores e no antigo pátio apontam para um período de construção situado nos finais da primeira metade do século XVIII. O edifício pertence actualmente à Fundação da Casa de Bragança e encontra-se num excelente estado de conservação.


 

PTCD/EAT-HAT/11229/2009