A Casa Senhorial

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Palácio dos Marquêses do Alegrete

Palácio dos Marquêses do Alegrete
Portugal
   

Vista exterior e dois espaços interiores da Quinta dos Marqueses de Alegrete.


Quinta dos Marqueses de Alegrete, Charneca do Lumiar, Lisboa.

Estúdio Mário Novais: ( atr.) meados do século XX.

Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian

Nota:

Datadas de meados do século XX, as duas fotografias dos interiores da Quinta Alegre dão-nos um ambiente tradicional da alta nobreza portuguesa. Sobre a história desta e das suas pinturas interiores sabemos que os Marqueses de Alegrete alugaram a antiga casa da quinta que possuíam na Charneca do Lumiar a José Bento de Araújo e, em 1819, este rico comerciante promoveu grandes obras de transformação, sobretudo nos interiores. As duas fotografias atestam o requintado programa de pintura decorativo que a casa recebe nos inícios do século XIX, sendo de referir que este seria integrável na escola de pintura formada por Jean Baptist Pillement. A casa volta, mais tarde à posse dos Alegretes que, por sua vez, em 1983, vendem a quinta à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Bibliografia:

MANTAS, Helena, Palácio da Quinta Alegrete/Palácio da Quinta do Marquês do Alegrete, in Património Arquitectónico, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Vol. I, Lisboa, S.C.M, 2006,  p.268-274



 

PTCD/EAT-HAT/11229/2009