A Casa Senhorial

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte

Joseph Gire (1872-1933)

Joseph Gire (1872-1933)
XIX

Joseph Gire (1872-1933), arquiteto formado pela Ecole Nationale Supérieure des Beaux-Arts de Paris, desembarcou no Rio de Janeiro a convite de Octávio Guinle, então um dos homens mais ricos do país. "Eles se conheceram no início dos anos 1900, quando Gire desenhava as casas da eite intelectual parisiense e tinha obras na Argentina. A partir daí, passou a se dividir entre os três países, numa atuação global. Isso muito antes de se falarem em globalização". Os projetos no Rio de Janeiro multiplicaram-se até os anos 1930. São dele o Palácio Laranjeiras (1909), morada oficial do governador, o palacete Lineu de Paula Machado (1912), em Botafogo, em ambos, Armando da Silva Telles assina as plantas com o construtor, e o Palácio de Brocoió (1930), na Ilha de Brocoío, usado pelo governador como residência de férias. Ele foi também o arquiteto do Copacabana Palace e do edifício A Noite, o primeiro arranha-céu da cidade, onde ele fez uso da estrutura como elemento arquitetônico. (Revista Casa Vogue: 2013, p. 118-119).

 

PTCD/EAT-HAT/11229/2009